Cafezinho: pré-furo para brocas Forstners

Um pré-furo aumenta a eficiência no Arco de Pua

6 comentários

7 de Janeiro de 2016

A broca Forstner faz um furo extremamente limpo na entrada e na saída. Cria rebaixos a troco de um pequeno furo no centro, o que é bem interessante quando se precisa dosar a profundidade do furo. A desvantagem no uso com o Arco de Pua é a baixa eficiência para se realizar a furação, principalmente em madeiras duras. Um macete para se furar mais rápido é a realização de um pré-furo para a ponta da broca. No meu caso a menor broca que eu tenho compatível com o meu arco é de 3mm. Talvez a técnica funcione com brocas com espessura mais baixa. Um ponto muito importante é que o pré-furo tenha um diâmetro justo para a ponta da broca Forstner, caso contrário a broca não vai conseguir manter o seu centro.

A minha recomendação é começar o furo com a Forstner criando um pequeno rebaixo. Substitua pela broca para o pré-furo e centralize a mesma na furação feita pela ponta da broca Forstner. Siga com o pré-furo até a profundidade desejada. Ao terminar o pré-furo volte para a furação com a broca Forstner.

Faça um pré-furo que acomode de forma justa a ponta da broca Forstner (aproximadamente 1/8 ou 3mm) para agilizar a furação.

    Duas questões adicionais que podem comprometer a eficiência da furação:

  • O pré-furo pode ficar entupido no decorrer da furação com a broca Forstner, desobstrua com a broca do pré-furo;

  • O cavaco acumulado durante a furação que não sai do buraco pode chegar a impedir a continuação da furação. Suspenda o arco e limpe o furo antes de continuar.

Comentários

  • paulobro

    7 de Janeiro de 2016, 13h44m

    Furacao e' uma daquelas poucas areas onde, no meu pouco entender, as tecnicas manuais perdem nao apenas em desempenho, mas inclusive em precisao, para as tecnicas motorizadas. Pincando muito, talvez ate se encontre exemplo onde furar `a mao possa ser mais indicado — mas ahi so confirma a regra, hehe.

    cosme

    7 de Janeiro de 2016, 14h12m

    A furação manual exige mais, como de costume no modo desplugado.
    Eu percebi rapidamente que a qualidade da afiação da broca faz toda a diferença no desempenho e no acabamento, principalmente em brocas com espessura elevada.

    No início eu achava que sempre iria fazer furos com esquadros ao redor, mas com o passar do tempo os esquadros acabaram ficando de lado na maioria das ocasiões, é um tanto uma questão de posição. Parece haver uma certa memorização também.

    É bem verdade que eu queria ter uma furadeira manual de coluna, ainda ao menos não pela necessidade, mas pela ferramentas em si :P Sem dúvida para algumas aplicações eu teria mais segurança, inclusive.

  • Adenilson Salmo da Silva

    7 de Janeiro de 2016, 15h11m

    Um trado não faria o trabalho mais facilmente? Frequento muito ferro velho e encontra-se muitos, alguns em excelente condições. Mas tem da Irvin novos tambem.

    Apesar de ser pequena, em um ferro velho aqui tem uma furadeira manual de bancada jogada, mas o cara pediu muito caro.... esta com todas as peças pelo que pesquisei, inclusive com a plaqueta de patente.

    cosme

    7 de Janeiro de 2016, 22h54m

    Antes de mais nada preciso dizer que ainda não usei um trado.
    Até onde sei tal ferramenta acompanha uma broca de propósito diferente.
    Sim, o furo deveria ser bem mais rápido mas ao custo de provavelmente um acabamento inferior, e, a não possibilidade do rebaixo preciso fornecido pela Forstner. No mais a ponta da Forstner é mais curta do que uma ponta de uma broca do trado. Em tempo, uma broca do mesmo estilo pode ser acoplada ao arco de pua, aliás, é a versão de broca mais clássica para um arco.

    Vejo a Forstner como uma broca específica, não é a broca "padrão" para uso no arco.

    Eu nunca considerei a sério a furadeira devido ao peso. Caso contrário creio que eu já estaria namorando uma no eBay.
    Com relação a preços estou completamente por fora...

  • Tomassini

    8 de Janeiro de 2016, 12h57m

    Grande dica, Cosme. Já pus em prática ontem mesmo.
    Agora... estou enganado ou realmente vejo uma Kerfing saindo aí?
    Abraço

    cosme

    8 de Janeiro de 2016, 15h49m

    Bacana Tomassini, fico contente que a dica lhe tenha sido útil.
    É isso mesmo, a minha primeira Kerfing Plane. Digo primeira porque optei por um modelo com batente fixo, de modo que creio que irei fazer mais unidades no futuro.
    Um abraço

Participe, deixe um comentário:

Nome
Email
Comentário